Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • Como parte do processo de submissão, os autores deverão verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores. Seguem os itens a verificar em relação ao manuscrito:
    • Ser original e inédito e não estar em processo de avaliação para publicação em outro periódico;
    • Estar em formato Microsoft Word;
    • Conter todas as URLs para as referências;
    • Obedecer às regras de forma e normalização exigidas;
    • Seguir os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos nas "Diretrizes para Autores";
    • Certificar-se de que a autoria do trabalho foi removida do arquivo e das propriedades do documento;
    • Garantir, em caso de pesquisa com seres humanos, a menção à aprovação por um CEP.
    • Inclusão do ORCID
    • Inclusão de identificação institucional, e-mail e endereço de autor principal

Diretrizes para Autores

Diretrizes gerais:

A Revista aceita publicações nos seguintes idiomas: português, inglês, francês e espanhol. O comitê editorial orientará o (a) autor(a) no caso de publicação nessas línguas estrangeiras.

O nome de todos os autores do artigo deve ser inserido, apenas no momento da submissão, no sistema da Revista após o devido cadastro no portal (http://submission-pepsic.scielo.br/index.php/nufen/index) e deverá conter: nome e sobrenome dos autores, resumo do Currículo ou do CV Lattes com a mais recente titulação acadêmica;  filiação institucional; cargo que ocupa; área de atuação; e-mail e endereço completo para correspondência.

Atenção: Após a aprovação/aceite não serão permitidas, inclusões de autores que não constem no ato da submissão.

Com exceção dos resumos de tese e dissertação que admitem apenas 01 (um) autor(a), os textos submetidos às demais categorias devem apresentar no máximo 04 (quatro) autores.

A co-autoria implica em participação em todas as fases de sua produção. Deve ser especificado na carta ao periódico o papel de cada autor.

 O Processo de avaliação:

A revista adota o processo de avaliação anônima por pares (peer review), com base nos critérios de qualidade e rigor científicos, originalidade, validade dos dados e relevância para a respectiva área de pesquisa, portanto, artigos que constem o (s) nome (s) dos autores no documento ou em suas propriedades anexado(s) em Word, serão devolvidos no sistema da Revista para o (s) (os) submeterem novamente.

A aprovação dos trabalhos é condicionada aos pareceres de dois consultores ad hoc (referees), cuja decisão poderá ser: aceitar, aceitar com correções obrigatórias, submeter novamente para avaliação, enviar para outra revista e rejeitar. Em caso de aprovação condicional, a aprovação final ficará sujeita aos ajustes necessários pelo(s) autores (es);

Políticas de seção

a) Artigos

Investigações originais, baseadas em dados empíricos, utilizando-se de metodologia qualitativa e/ou quantitativa. Deve haver discussão crítica dos resultados explicitando a contribuição para a produção do conhecimento. Nesse caso é necessário conter introdução, método, resultados discussão e conclusões (15-20 laudas).

b) Estudos Téoricos / Ensaios

Análises de temas e questões fundamentadas teoricamente. Envolve reflexão crítica e questionamentos aos modos de pensar e atuar existentes, além da proposição de elaborações oportunas que ampliam as discussões sobre determinada temática (15-20 laudas).

c) Relato de Experiência

Os relatos devem ser baseados em experiência profissional de interesse e relevância para as diferentes práticas psicológicas e/ou afins. Deve contribuir para a melhoria das práticas profissionais (15 -20 laudas).

d) Estudos de Revisão

Objetiva análise rigorosa da literatura científica sobre determinado tema em psicologia e áreas afins (10-15 laudas).

e) Resumo de Dissertações e Teses

Destina-se a divulgação stricto sensu de pesquisas empíricas ou teóricas na área da psicologia e ciências afins (1-2 laudas).

f) Resenha

Resenhas de livros da área de Psicologia e afins considerando a pertinência do tema abordado e o escopo do periódico (3-5 laudas).

Apresentação do manuscrito

Os textos devem ser submetidos em http://submission-pepsic.scielo.br/index.php/nufen/index como arquivo de extensão *.doc ou *.docx (MicrosoftÒ Word 97 ou superior). Pode ser redigido em Português, Espanhol, Inglês ou Francês em papel tamanho A4, fonte Arial 11, margens 2,5 cm e espaçamento 1,5 para o corpo do texto.

a) Partes do texto original

a.1 Título: deve ser direto e conciso, no idioma original do texto (máximo 12 palavras), acompanhado de tradução para o inglês e espanhol. Caso o artigo seja redigido em inglês, francês ou espanhol deve apresentar também o título em Português.

Formatação:

Título no idioma em que foi redigido o texto: Arial 12, negrito, caixa alta, espaçamento 1,5, centralizado, acrescentar linha em branco após.

Título em inglês e espanhol: Arial 11, negrito, letras maiúsculas e minúsculas, espaçamento 1,5, centralizado, acrescentar 2 linhas em branco após.

a.2 Nome dos Autores e respectivas afiliações institucionais (nome da universidade) e país.

O dados referentes ao(s) autor(es) do artigo como nome, afiliação institucional e país deve(m) ser inserido(s), no campo “Comentários para Editor" no sistema de submissão da revista. Além disso, pede-se que cada autor atente para a manutenção de seu cadastro completo e atualizado no portal de submissão.

a.3) Resumo: Deve ser redigido na língua empregada no artigo, contendo entre 100 e 150 palavras. No caso de relatos ou comunicações de pesquisas, o resumo deve apresentar brevemente informações sobre os objetivos, método e resultado do estudo. O resumo não precisa, necessariamente, incluir informações sobre a literatura da área e não devem ser incluídas referências bibliográficas. O objetivo deve ser claro, informando, caso seja apropriado, o problema e as hipóteses do estudo. Para os relatos de pesquisa, o método deve oferecer informações breves sobre os participantes, instrumentos e procedimentos especiais utilizados. Apenas os resultados mais importantes, que respondem aos objetivos da pesquisa devem ser mencionados no resumo.

Autores que submeterem texto redigidos em idioma diferente do português devem obrigatoriamente incluir título, resumo e palavras chave em português, inglês e espanhol.

Formatação:

Iniciar com o termo Resumo em Arial 11, negrito, espaçamento simples, centralizado. Na linha inferior, inserir o texto do resumo em Arial 11, regular, espaçamento simples, justificado, recuos de 1 cm à esquerda e 1 cm à direita.

a.4 Palavras-chave: Na língua do artigo (no mínimo 3 e no máximo 5). Todas as palavras devem ser escritas com iniciais maiúsculas e separadas por ponto e vírgula. Utilize, obrigatoriamente, a Terminologia em Psicologia da Biblioteca Virtual em Saúde para a definição das palavras-chave. Disponível no site BVS Psicologia ULAPSI Brasil (http://www.bvs-psi.org.br/php/level.php?lang=pt&component=17&item=124).

Formatação:

Iniciar com o termo Palavras-chave em Arial 11 e negrito. Em seguida, inserir os descritores na mesma linha. Usar espaçamento simples e justificado com recuos de 1 cm à esquerda e 1 cm à direita. Acrescentar linha em branco após.

a.5) Abstract (resumo traduzido para o inglês) e resumen (resumo traduzido para o espanhol):

Abstract e resumen, do mesmo modo que o resumo em português, devem vir seguidos, respectivamente, das Keywords e Palabras Clave. As normas gerais de elaboração e apresentação desses elementos devem seguir as mesmas orientações do resumo em português.

a.6) Corpo do Texto:

Subtítulos devem aparecer em Arial 11, negrito, em letras maiúsculas, espaçamento 1,5, justificado. Não numerar os subtítulos. Acrescentar uma linha em branco antes e após cada subtítulo. Em caso de seções dentro de um subtítulo, estas devem estar formatadas de acordo com as normas do Publication Manual of the American Psychological Association – APA (6ª edição).

O corpo do texto deve ser redigido em Arial 11, justificado, espaçamento 1,5, primeira linha com recuo de 2cm.

Use itálico em palavras ou expressões a serem enfatizadas e também no caso de palavras estrangeiras à língua empregada. Use negrito apenas no título e subtítulos. Não use palavras sublinhadas. Não use marca d’água.

Notas de rodapé no texto devem ser em número mínimo e apenas nas situações em que a informação não possa ser aditada ao texto. As notas de rodapé devem ser evitadas sempre que possível, no entanto, quando apontadas no corpo do texto devem ser indicadas com números arábicos sequenciais, imediatamente depois da frase ou palavra a que digam respeito. As notas devem ser apresentadas no rodapé da mesma página. As referências dos autores citados no texto devem ser apresentadas no final do texto e não em notas de rodapé. A formatação das notas de rodapé deverá ser Arial 9, regular, espaçamento simples, sem recuo, justificado. Não inserir notas no título ou no nome dos autores.

Agradecimentos e créditos a instituições de financiamento deverão aparecer como nota no final do texto.

Citação literal com menos de 40 palavras deve permanecer integrada ao texto, entre aspas. Logo após a citação, antes da pontuação, inserir as informações: autor, ano e página separadas por vírgulas e entre parênteses. Em caso de o autor ser mencionado antes da citação, o ano deve ser inserido logo após o nome e a indicação da página deve ser inserida após a citação. Quando parte da citação na fonte original estiver entre aspas duplas, substituir por aspas simples. Citação literal com mais de 40 palavras devem ser destacadas do texto em novo parágrafo com recuo de 2,0 cm à esquerda, em Arial 11, regular, espaçamento 1,5, justificado. Logo após a citação, antes da pontuação, inserir as informações: autor, ano e página separadas por vírgulas e entre parênteses. Em caso de o autor ser mencionado antes da citação, o ano deve ser inserido logo após o nome e a indicação da página deve ser inserida após a citação. Acrescentar linha em branco antes e após a citação e não colocar a citação inteira entre aspas.

Citação de trecho de entrevista com menos de 40 palavras deve permanecer integrada ao texto, entre aspas e em itálico. Citação de trecho de entrevista com mais de 40 palavras devem ser destacadas do texto com recuo de 2,0 cm à esquerda, em Arial 11, itálico, espaçamento simples, justificado. Acrescentar linha em branco antes e após a citação. Outras informações sobre citação no texto consultar as normas do Publication Manual of the American Psychological Association – APA (6ª edição).

Figuras, fotos e tabelas devem ser incluídas no corpo do texto no formato *.jpg e na posição “em linha com o texto” do word.

A legenda de figuras e fotos deve ser iniciada com a indicação: Figura 1 ou Imagem 2 etc., e inserida abaixo da imagem, em Arial 11, itálico, espaçamento simples, justificado. Acrescentar linha em branco antes e após a legenda. A legenda de tabelas e quadros deve ser iniciada com a indicação: Tabela 1 ou Quadro 2 etc., e inserida acima da imagem, em Arial 11, itálico, espaçamento simples, justificado. Acrescentar linha em branco antes e após a legenda.

a.7) Referências: Devem ser incluídas no modelo autor-data, segundo normas do Publication Manual of the American Psychological Association – APA (6ª edição). A formatação da fonte deverá ser em Arial 11, espaçamento 1,5, alinhado à esquerda. O subtítulo Referências deverá estar centralizado e em negrito. A primeira linha de cada referência inicia-se junto à margem esquerda e as subsequentes com recuo de 0,75 cm, utilizando o recurso “deslocamento” do editor de parágrafos. Todas as citações do corpo do texto devem aparecer na lista de referências.

a.8) Anexos: não acrescentar.

a.9) Nota sobre os Autores: Deve ser incluída no final do texto como uma breve descrição sobre os autores, incluindo maior titulação, instituição e e-mail.

Formatação:                              

Iniciar com “Nota sobre os(as) autores(as)” em Arial 10, negrito, justificado, espaçamento simples, com recuo de 1cm à esquerda. Em outro parágrafo abaixo, com recuo de 1cm à esquerda e 1cm à direita, iniciar com o nome do primeiro autor em negrito, Arial 10, espaçamento 1,5, seguido da respectiva nota que deve conter a maior titulação, afiliação institucional e e-mail. Repetir a normalização caso haja outros autores.

Normas para citação

Observar rigorosamente as normas de citação. Todos os estudos mencionados devem ser acompanhados dos créditos aos autores e das datas de publicação. Evitar citações secundárias, quando o original pode ser recuperado com facilidade. Somente a obra efetivamente consultada deve ser listada nas Referências.

Não usar os termos apud, op. cit., id. ibidem etc. Eles não fazem parte das Normas da APA. Utilizar preferencialmente formas tais como: “citado por”, “obra citada acima” etc.

Todos os estudos citados no texto devem ser apresentados na seção de Referências. Apenas as obras consultadas e mencionadas no texto devem aparecer naquela seção.

a) Indicações para citações no corpo do texto:

* Textos com Autoria Múltipla

- Dois autores: citar no texto os dois nomes sempre que o artigo for referido, acompanhado do ano do estudo entre parênteses.

- Três a cinco autores: citar no texto todos os autores na primeira referência, seguidos do ano do estudo entre parênteses. Os sobrenomes dos autores devem vir separados pela letra “e” se citados no texto. Quando citados dentro de parênteses, devem vir separados por “&”. Quando repetir a mesma referência, utilizar o sobrenome do primeiro autor seguido de “et al.” e do ano da obra.

- Seis ou mais autores: citar apenas o sobrenome do primeiro autor, seguido de “et al.” e do ano da obra. Porém, na seção de Referências todos os nomes dos autores deverão ser relacionados.

* Citação de Obras Antigas e Reeditadas

- Autor (data de publicação original/data de publicação consultada).

* Citação Secundária

- Citação de artigo discutido em outra publicação consultada sem que o original tenha sido utilizado. Neste caso, apresentar sobrenome do autor referido e em seguida, entre parênteses, o ano, “citado por”, sobrenome do autor consultado e o ano da obra consultada. Na seção de referências, cite somente a obra consultada. Apresentar em nota, quando possível, referência bibliográfica da obra secundária.

* Citações de mesmo autor e mesmo ano

- Logo após a indicação do ano, acrescentar letras minúsculas, sem espaço. A primeira referência, segundo a ordem alfabética do título, será seguida por “a”, a segunda por “b” e assim por diante.

* Destaques e supressões na citação

- Caso a citação possua palavras ou expressões enfatizadas pelo próprio autor da citação, deve-se utilizar o formato itálico e, após a indicação da página, acrescentar: grifo do autor. Caso o autor do artigo deseje enfatizar uma palavra ou expressão da citação, deve utilizar o formato itálico e, após a indicação da página, acrescentar: grifo meu ou grifos nossos, etc. Em caso de supressão de parte da citação, usar reticências entre parênteses. Não usar reticências no início e nem no final da citação.

Exemplos de formatação das referências

Os exemplos abaixo são apenas algumas das muitas possibilidades de referências. Utilizar o Publication Manual of the American Psychological Association (6ª edição) para verificar as normas exigidas para os demais tipos de referência.

a) Artigo em periódico científico.

Nascimento, L. C. S., & Vale, K. S. (2013). Reflexões acerca do fazer ético na clínica gestáltica: um estudo exploratório. Revista da Abordagem gestáltica, 19(2), 157-166.

Gomes, N. P., Erdmann, A. L., Bettinelli, L. A., Higashi, G. D. C., Carneiro, J. B., & Diniz, N. M. F. (2013). Significado da capacitação profissional para o cuidado da mulher vítima de violência conjugal. Escola Anna Nery, 17(4), 683-689.

b) Artigos consultados em mídia eletrônica

Oliveira, I. F., Dantas, C. M. B., Costa, A. L. F., Silva, F. L., Alverga, A. R., Carvalho, D. B., & Yamamoto, O. H. (2004). O psicólogo nas unidades básicas de saúde: formação acadêmica e prática profissional. Interações, 9(17), 71-89. Recuperado em 01 de agosto de 2016, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-29072004000100005&lng=pt&tlng=pt.

Moreira, V. (2009). La Terapia Gestáltica y el Enfoque Centrado en la Persona son enfoques fenomenológicos?. Revista da Abordagem Gestáltica15(1), 3-12. Recuperado em 03 de agosto de 2016, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-68672009000100002&lng=pt&tlng=es.

c) Livros

Machado, A. P., & Morona, V. C. (2007). Manual  de Avaliação Psicológica. Curitiba: Unificado.

Foucault, M. (1992). As palavras e as coisas (S. T. Muchail, Trad.). São Paulo: Martins Fontes. (Original publicado em 1966).

d) Capítulo de livro

Dalgalarrondo, P. (2008). Síndromes relacionadas a substâncias psicoativas. In Dalgalarrondo, P. (Org). Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais (2ª ed.). (pp. 344-351). Porto Alegre: Artmed.

Couto, M. T., & Schraiber, L. B. (2005). Homens, saúde e violência: novas questões no campo da saúde coletiva. In Minayo, M. C. S., & Coimbra Jr, C. E. A. (Org.). Críticas e atuantes: ciências sociais e humanas em saúde na América Latina (pp. 687-706). Rio de Janeiro: Fiocruz.

e) Teses ou dissertações

Oliveira, G. R. S. A. (2011). O Significado do vivido da denúncia para mulheres em situação de violência conjugal (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal da Bahia, Salvador. 

Miranda, M. P. M. (2010). Violência Conjugal Física contra a Mulher na Vida: Prevalência e impacto imediato na Saúde, Trabalho e Família (Tese de Doutorado). Universidade Federal de São Paulo, SP. 

f) Obra no prelo. Não deve constar na referência o ano, volume ou número de páginas até que o artigo esteja publicado.

Hussein, C. L. (no prelo). Eficiência de uma intervenção remediativa em compreensão de leitura em alunos de diferentes áreas de pós-graduação. Psicologia, Ciência e Profissão.

Artigos

Investigações originais, baseadas em dados empíricos, utilizando-se de metodologia qualitativa e/ou quantitativa. Deve haver discussão crítica dos resultados explicitando a contribuição para a produção do conhecimento. Nesse caso é necessário conter introdução, método, resultados, discussão e conclusões (15-20 laudas).

Estudos Téoricos/Ensaios

Análises de temas e questões fundamentadas teoricamente. Envolve reflexão crítica e questionamentos aos modos de pensar e atuar existentes, além da proposição de elaborações oportunas que ampliam as discussões sobre determinada temática (15-20 laudas).

Relato de Experiência

Os relatos devem ser baseados em experiência profissional de interesse e relevância para as diferentes práticas psicológicas e/ou afins. Deve contribuir para a melhoria das práticas profissionais (15 -20 laudas).

Estudos de Revisão

Objetiva análise rigorosa da literatura científica sobre determinado tema em psicologia e/ou áreas afins (10-15 laudas).

Resenha

Resenhas de livros da área de Psicologia e afins considerando a pertinência do tema abordado e o escopo do periódico (3-5 laudas).

Editoria Internacional Inglês e Espanhol

The following themes will be accepted:

  • Psychology, Philosophy and Human Sciences: Psychology, philosophy, and human sciences; epistemology; qualitative research methods, psychological processes clinical psychology, Phenomenology and Post- phenomenology.

 Languages for submission: English and Spanish

 Editor: Prof. Dr. Tommy Akira Goto  

Dossiê

Números com chamadas especiais

Dossiê Temático Sofrimento, Crise e Cuidado na Universidade: intervenções clínic

Chamada para manuscritos que possam compor em 2021, o volume 13/2  o Dossiê com o tema Sofrimento, Crise e Cuidado na Universidade: intervenções clínicas e fenomenológicas.

Os Coordenadores do referido Dossiê são: Profª. Drª. Shirley Macêdo (UNIVASF), Profª Drª Marciana Gonçalves Farinha (UFU) e Prof. Dr. Andrés Antúnez (USP).

Convidamos pesquisadores e profissionais de saúde e educação a submeter, até o dia 30 de abril de 2021, manuscrito relacionado a tema proposto, com, no máximo, quatro autores, respeitando as normas de edição da revista.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados no sistema de submissão utilizado por este periódico serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

ÉTICA DE PUBLICAÇÃO E BOAS PRÁTICAS

  • A Revista NUFEN exige que o (s) autor(es) dos artigos declarem a fonte de financiamento da pesquisa, caso haja, que deu origem aos papers.
  • A Revista NUFEN não aceita dupla publicação de artigos, isto é, trabalhos que já foram publicados anteriormente, seja na mesma ou traduzidos para outra língua.
  • No caso de mais de um autor no artigo, deve ser declarado não haver conflitos de interesse entre os autores (Conflicts of interest).
  • A Revista considera má conduta (Misconduct) a fabricação de dados, falsificação de coletas ou plágio. O Editor da Revista NUFEN agirá em conformidade com as orientações pertinentes da COPE. As submissões devem atender as diretrizes da COPE: http://publicationethics.org/resources/guidelines
  • Se comprovado plágio em qualquer trabalho publicado, a Universidade Federal do Pará e a Revista NUFEN isentam-se de qualquer responsabilidade, e o(s) autor(es) arcará(ão) com todas as penalidades jurídicas previstas em lei.
  • Quando houver uso de imagens, fabricação de dados ou falsificação de coletas a Universidade Federal do Pará e a Revista NUFEN isentam-se de qualquer ilegalidade cometida, sendo o ônus de possível irregularidade assumida pelo(s) autor(es).
  • Caso seja identificado má conduta (Misconduct Research), após a publicação, será realizada uma nota de esclarecimento na próxima edição. Além disso, se fará a retirada automática do artigo da edição ou volume da Revista. Isso será uma norma-penalidade da Revista.
  • Quando a pesquisa envolver experimentação com seres humanos e animais, o(s) autor(es) deve(m) observar as exigências da Resolução nº 466/12, do Conselho Nacional de Saúde/Brasil (disponível em:http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf), comunicando na metodologia do trabalho, o parecer do Comitê de Ética em Pesquisa da(s) instituição(ões) envolvida(s).
  • Quando a pesquisa envolver produtos transgênicos, o Certificado de Biossegurança deverá ser comunicado na metodologia do trabalho, conforme Decreto Federal nº 1.752, de 20 de dezembro de 1995.

CONFLITO DE INTERESSE

Em caso de relação de proximidade com pessoas, instituições ou lugares, a atenção deve ser redobrada para evitar um conflito de interesse. Na arte de avaliação de um manuscrito, a envolver autores e revisores, a Revista NUFEN prima, a partir de sua editoria, pelo estabelecimento de uma política a evitar envolvimento de pessoas a manterem relações pessoais, de amizade ou adversidade, assim como a envolver pessoas e instituições.

Tal procedimento visa dar confiabilidade ao processo de análise do material submetido, com consequente aumento da credibilidade dos artigos publicados. Neste sentido solicita-se aos autores e revisores contatarem com o Conselho Editorial da Revista em caso de se evidenciar:

. Ligações e conflitos pessoais e institucionais (de caráter familiar e partidário) entre revisores e autores;

. Apoio financeiro obtido no desenvolvimento do trabalho e a incidir em leitura que possa prejudicar a confiabilidade do material produzido.

POLÍTICA DE ACESSO

A Revista NUFEN adota o acesso livre e gratuito ao seu conteúdo (open access), no sentido de promover a divulgação e democratização do conhecimento científico.

Confidencialidade dos Pareceristas

Todo o material apresentado deve ser tratado como estritamente confidencial até publicado.

O processo de revisão por pares é confidencial a todas as partes. Correspondência como parte do processo de revisão também deve ser tratada de forma confidencial por todas as partes, incluindo autores.

Editores e revisores são obrigados a tratar todos os artigos submetidos com estrita confidencialidade e não devem compartilhar informações sobre as submissões com quaisquer outras partes que não sejam aquelas previamente acordadas com o editor. O envolvimento de uma terceira parte na revisão deve ser declarado no momento da apresentação da revisão.

Esperamos que os editores e revisores não façam uso de qualquer material ou tirem proveito de qualquer informação obtida através do processo de revisão por pares.