Evidências de validade e fidedignidade da versão brasileira do Child Drawing Hospital

Autores

  • Isabela Andrade de Oliveira Fernandes Universidade Federal de Juiz de Fora http://orcid.org/0000-0001-5398-7791
  • Altemir José Gonçalves Barbosa Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG.

Palavras-chave:

Avaliação Psicológica, Hospitalização, Pediatria, Stress, Child Drawing, Hospital.

Resumo

Este estudo objetivou desenvolver e obter evidências de validade e fidedignidade para a versão brasileira do Child Drawing: Hospital (CD:H); uma medida projetiva de stress decorrente de hospitalização para crianças e adolescentes. Após um processo de tradução e adaptação, o CD:H foi aplicado em uma amostra de crianças e adolescentes hospitalizados (n=81) e em uma escola (n=76) da Zona da Mata de Minas Gerais, Brasil. Obtiveram-se índices satisfatórios de concordância inter-avaliadores e intra-avaliador para as três partes (A, B e C) e o escore Total do instrumento. A consistência interna da Parte A também foi satisfatória. Os escores das três partes e Total do CD:H foram mais elevados na amostra do hospital. Ao classificar esses escores de acordo com níveis de stress, predominou Baixo Nível nos dois subgrupos, entretanto há mais participantes do hospital com Stress Significativo e mais casos de Coping na escola. O instrumento apresentou evidências de validade.

Biografia do Autor

Isabela Andrade de Oliveira Fernandes, Universidade Federal de Juiz de Fora

Psicóloga, mestre e doutoranda em Psicologia pela UFJF

Publicado

2018-06-15

Como Citar

Fernandes, I. A. de O., & Barbosa, A. J. G. (2018). Evidências de validade e fidedignidade da versão brasileira do Child Drawing Hospital. Avaliação Psicológica, 16(3). Recuperado de https://submission-pepsic.scielo.br/index.php/avp/article/view/12794

Edição

Seção

Relato de Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)